A maior exploração agrícola da Alemanha declara falência

Imagem: http://www.forotransporteprofesional.es/

A KTG Agrar é uma fazenda de 46.000 hectares localizada na Alemanha (quem imaginaria uma área desta magnitude em um País com áreas notadamente pequenas e com agricultura há mais de 10 séculos). Em 2012 a KTG criou a KTG Energie, uma subsidiária dedicada integralmente à produção de metano, chegando a ser o maior produtor do país. A fazenda foi pioneira também em tornar-se a primeira deste tamanho a ser 100% orgânica. Os 46.000 ha situavam-se na Alemanha e na Lituânia. Em 20.000 ha cultivavam cereais (trigo, centeio, milho, colza) e batatas. O restante da área era utilizada pra a produção de silagem de milho visando a digestão anaeróbica para obter metano.

A KTG Energie tinha 26.000 hectares de milho para silagem produzindo 60 megawatts de eletricidade por ano, o suficiente para suprir uma cidade de 500 mil pessoas.

A falência ocorreu após problemas de gestão e suspeitas de fraude do ex-diretor desta agro-holding. A fazenda era administrada pelos acionistas e não pelos agricultores. A empresa declarou falência desde julho de 2016, desempregando 800 funcionários.

Como nota positiva as áreas que pertenciam aos acionistas serão redistribuídas aos agricultores. Se houver interessados o valor orçado é entre 15.000 e 20.000 Euros (57.000 a 75.000 reais) por hectare.